MENU
Biomassa
Densidade
Editorial
Energia
Exportaes
Florestas Nativas
Mveis & Tecnologia
Pellets
Silvipastoris
Toras
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°131 - MAIO DE 2012

Editorial

Boas prticas geram bons resultados

Existe uma clara tendência ao aumento da demanda mundial de produtos florestais para energia, madeira sólida, celulose e papel. Entretanto as limitações ao corte de florestas nativas e o volume de novos plantios não estão acompanhando o ritmo de consumo, gerando a um impasse na oferta de matéria prima.
O Brasil enfrenta ainda o consumo crescente frente a aceleração nos investimentos em infraestrutura e construção civil. A alternativa no uso de madeira proveniente de florestas nativas, principalmente da Amazônia, pode se tornar uma solução de curto prazo, desde que atenda princípios de manejo florestal, preservando as funções ecológicas do ecossistema.
O que percebemos hoje é um ilimitado numero de restrições ao uso da floresta. Muitas delas sem qualquer amparo técnico-científico, respaldadas por ideologias. O uso racional da floresta, através do manejo , é a melhor forma de manter o equilíbrio entre oferta de matéria prima e manutenção do ecossistema.
Na floresta, a árvore também tem um ciclo de vida em que nasce e morre. A retirada de uma espécie adulta, permitirá que um uma nova cresça naquele mesmo local. E o ciclo ira se fechar continuamente. Assim temos que pensar em mecanismos de uso racional, de conscientização, tirando proveito de benefícios da floresta sem destruí-la.
E para isso temos muitos mecanismos, inclusive de concessão florestal legal de áreas públicas. Ao contrario de uma mentalidade de mantê-la intocável. A necessidade por matéria prima continuará existindo e poderemos ai criar outros problemas, talvez mais sérios.