MENU
Amaznia
Aviao florestal
Competitividade
Economia
Editorial
Mudanas climticas
Mudas florestais
Painis-MDF
Preservantes
Secagem
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°109 - DEZEMBRO DE 2007

E Mais

Esclarecimento tcnico sobre a traduo de termos em ingls para o portugus

comum o fato de que, ao traduzir termos de uma lngua para outra, nem sempre se pode traduzi-los ao p da letra.

Um exemplo na rea da madeira a traduo dos termos softwood e hardwood do ingls para o portugus. Soft quer dizer macia; hard quer dizer dura e wood madeira. Assim, ao traduzir os termos para o portugus, softwood vira madeira macia e hardwood vira madeira dura, o que no muito adequado.

Na realidade, no s um problema de traduo. Mesmo em ingls, os termos softwood e hardwood no so adequados. Ao usar estes termos, eles se referem a dois grandes grupos de vegetais produtores de madeira que, em portugus, so chamados de conferas e folhosas.

Os termos em ingls sugerem uma generalizao que no correta. Pelos termos, todas as conferas forneceriam madeiras macias e todas as folhosas forneceriam madeiras duras, o que no verdade.

Conferas ou softwoods caracterizam-se, principalmente, por possuir folhas afiladas ou em forma de espinho e os seus frutos no possuem casca, estando s sementes expostas e colocadas em volta de um eixo. No Brasil, a confera nativa mais conhecida o pinheiro-do-paran cujo nome cientfico Araucaria angustifolia. Outra confera fornecedora de madeira uma espcie extica (nativa de outro pas, mas cultivada por aqui) que o pinus. O mais comum no Brasil o Pinus elliottii, mas existem outros como o Pinus caribaea, Pinus oocarpa, Pinus taeda, Pinus patula etc. Podem ser encontradas ainda outras duas conferas nativas conhecidas como pinho-bravo ou pinho-do-brejo (Podocarpus sellowii e Podocarpus lambertii) ou exticas como o pinheiro-de-natal (Cunninghamia lanceolata), e os ciprestes (Cupressus spp.), mas geralmente utilizadas para paisagismo.

Folhosas ou hardwoods caracterizam-se, principalmente, pelas folhas alargadas (por isso chamadas latifoliadas), frutos com sementes envolvidas por uma casca e flores muitas vezes vistosas. A este grupo pertence a grande maioria das espcies florestais brasileiras e a esto includas a sucupira (Bowdichia nitida), o ip (Tabebuia spp.), o mogno (Swietenia macrophylla), a andiroba (Carapa guianensis), o cedro (Cedrella spp.), o jatob (Hymenaea courbaril), o pau-brasil (Caesalpinia echinata), o jacarand-da-bahia (Dalbergia nigra) etc. Temos no Brasil uma folhosa extica muito conhecida que o eucalipto (Eucalyptus spp.).

Alm das caractersticas peculiares de folhas e frutos nas plantas destes dois grupos, tambm existem diferenas na anatomia de suas madeiras.

As Folhosas (Angiospermas) so consideradas plantas mais evoludas e possuem clulas especializadas, denominadas elementos de vaso, para conduzir a gua, que absorvida pelas razes, para o resto da planta. As Conferas (grupo que pertence s Gimnospermas) tm um sistema de conduo de gua mais primitivo e no possuem elementos de vaso. Essa funo desempenhada por outro tipo de clulas denominadas traquedes.

Assim, o termo confera a traduo correta para a palavra em ingls softwood, enquanto folhosa a traduo correta para a palavra hardwood. Traduzir softwoods como madeiras macias e hardwoods como madeiras duras no correto j que tanto entre as conferas como entre as folhosas existem madeiras duras e madeiras macias.

Maria Helena de Souza Analista ambiental

Vera T. Rauber Coradin Analista ambiental

Laboratrio de Produtos Florestais

Servio Florestal Brasileiro MMA.