MENU
Bioenergia - Pellets
Bioenergia Briquetes
Bioenergia Carvo
Bioenergia- Cavacos
Carbono
Editorial
Eucalipto
Mercado Pinus
MLC
Painel-MDF
Ribas do Rio Pardo
Secagem
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°124

› Atividades industriais com madeira de Pinus: atualidade e desafios
Algumas das principais atividades industriais que utilizam a madeira de conferas em geral e Pinus em particular, e geram produtos de valor agregado com tecnologia e qualidade, so atividades tradicionais mas que apresentam grande potencial de aprimoramento.
› A madeira laminada colada
A fabricao da madeira laminada colada rene duas tcnicas bastante antigas. Como o prprio nome indica, a mesma foi concebida a partir da tcnica da colagem aliada tcnica da laminao, ou seja, da reconstituio da madeira a partir de lamelas (neste caso entendidas como tbuas).
› Sequestro de carbono por microalgas e florestas plantadas
O fenmeno causado pela elevao da concentrao dos gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera terrestre. Dentre os GEE, o dixido de carbono, devido grande quantidade em que emitido pelas atividades antrpicas, apresenta maior contribuio no fenmeno.
› Produo de painis pode chegar a 12 milhes de m em dez anos
Segundo o BNDES o comrcio mundial de MDF movimenta cerca de US$ 4 bilhes, um volume de 14 milhes de m, que corresponde a 34% do consumo mundial. Europa e Amrica Latina so regies exportadoras, enquanto sia e Estados Unidos, juntamente com o Canad, caracterizam-se como importadoras.
› Aproveitamento de cavacos atrai interesse internacional
Existem derivados da madeira, e entre eles o carvo vegetal, madeira para construo civil e o cavaco de madeira (Woodchips) que so na realidade lascas cisalhadas obtidas a partir de toras de madeira que passar pelo processo de cozimento para obter a celulose. Existem trs tipos de cavacos de madeira e so cortados em trs modalidades que so o corte 90-0, corte 90-90 e corte 0-90.
› Crescimento no mercado de carvo vegetal
A siderurgia a carvo vegetal brasileira nica no mundo e, por depender da cadeia produtiva de base florestal, constitui importante fator de incluso social na medida em que gera empregos e renda em todas as camadas sociais. Importante tambm ressaltar que os benefcios da silvicultura sistematizada no se limitam apenas aos aspectos socioeconmicos.
› Oportunidades para o comrcio de pellets
O potencial para o comrcio de pellets na Europa comeou a ser pesquisado e analisado. Tal comrcio de importncia chave para o desenvolvimento de um mercado europeu de pellets com suficiente oferta, demanda preo e padres de qualidade. Trs mercados alvo foram utilizados como estudos de caso para a avaliao do comrcio: Grcia, Espanha e Itlia.
› Briquetes so alternativa para aproveitamento energtico da madeira
O Briquete uma fonte concentrada e comprimida de material energtico, podendo este ser qualquer biomassa vegetal, ou finos de carvo misturado a algum tipo de adesivo. Os briquetes de biomassa dispensam qualquer tipo de adesivo, devido ao poder plstico da lignina que, como presso e calor, se molda em nova forma.
› Ribas Florestal ser o marco para o desenvolvimento no setor
Na dcada de 70 e 80 o Brasil viveu uma poca de reflorestamento por conta do incentivo fiscal. Mas, pela falta de adequao no incentivo, os produtores no conseguiram manter a plantao. Agora, Mato Grosso do Sul retoma as reas de florestas plantadas, e j referncia quando se diz respeito ao ramo florestal.
› Equipamento e processos para secagem de madeira
O processo de secagem tpico para a madeira de Eucalipto emprega baixas temperaturas, o que implica em longos tempos de secagem. Praticamente todos os defeitos passveis de se manifestarem durante a secagem. tais como rachaduras, empenamentos de diferentes formas, gradientes de umidade, colapso, tenses de secagem e endurecimento superficial, so citados como de ocorrncia na madeira de Eucalipto.
› Eucalipto uso da poda ou desrama nas rvores
Podar rvores uma prtica comum, tanto na arborizao urbana, como na silvicultura. Essas duas situaes possuem finalidades distintas. Na arborizao, a poda visa a dar forma s rvores para que elas possam oferecer sombra de maneira segura e com beleza esttica. J na silvicultura com fins comerciais, a poda tem o objetivo de melhorar a qualidade da madeira formada pelas rvores, sem prejudicar o crescimento da floresta.